De líder a fazedor de discípulo

0
64
title=

Um jovem, ansioso para subir ao assento do motorista de sua organização, foi ao escritório do velho e disse: “Senhor, como você sabe, fui nomeado pelo conselho para sucedê-lo como presidente do banco, e eu ficaria muito grato por qualquer conselho e ajuda que você pudesse me dar.”

O velho disse: “Filho, sente-se. Tenho duas palavras de conselho para você. Duas palavras.” “Quais são elas?”, perguntou o jovem executivo. “Decisões certas”, disse o chefe. O jovem pensou por um momento e disse: “Senhor, isso é muito útil, mas como alguém faz para tomar as decisões certas?” O velho respondeu: “Uma palavra: Experiência”. “Obrigado, senhor”, disse o jovem. “Tenho certeza de que será útil. Mas, sério, senhor, como se faz para ganhar experiência?” O velho sorriu e disse: “Duas palavras: decisões erradas”.

As pessoas crescem se lançando, fracassando e se lançando novamente.

A maioria sabe que o famoso inventor americano, Thomas Edison, inventou a lâmpada. O que muitas pessoas não sabemos é que ele tentou mais de 2.000 experimentos antes de fazer funcionar. Um jovem repórter perguntou-lhe como era falhar tantas vezes. Ele disse: “Nunca falhei nenhuma vez. Eu inventei a lâmpada. Aconteceu que era um processo de 2.000 etapas”.

Para se tornar um discípulo de Jesus, é preciso aprender por meio da experiência. Então, o que isso tem a ver com liderança de equipe na célula? Isso significa que quanto mais dermos às pessoas a chance de ministrar na célula, mais elas crescerão.

Em minha própria célula, tivemos oito pessoas na equipe de liderança (recentemente nos multiplicamos em duas células). Todos nós fizemos o rodízio em realizar cada parte da célula: quebra-gelo, adoração, lição e oração.

Muitos pensam que apenas o “líder” deve liderar o tempo da aula. Acredito que a lição deve ser tão simples que todos na equipe devem participar, liderando-a. Em nossa igreja, Nuevo Amanecer, todos os grupos seguem três perguntas fáceis baseadas no texto usado no sermão do pastor:

1.       O que a passagem diz?

2.       O que a passagem está me dizendo?

3.       Como posso aplicar essa passagem em minha vida na semana seguinte?

Antes de as pessoas responderem a cada pergunta, lemos a passagem e então pedimos a todos que façam um momento de silêncio.

Com este método, temos sido capazes de encorajar muitas pessoas que nunca pensaram que poderiam liderar uma aula em um pequeno grupo a fazer isso com confiança e ousadia. Este método é simples e ajuda todos a se concentrarem na transformação ao invés da informação.

Quebra-gelo, adoração e tempo de oração/ministração também são ótimas oportunidades para envolver as pessoas.

Lembre-se de que o objetivo é fazer discípulos que fazem discípulos. Quando os membros são solicitados a ouvir principalmente o líder, eles não terão a chance de exercitar seus músculos e se tornar o sacerdócio de todos os crentes.

Fonte