Metas equivocadas

0
549
title=

Nem todas as metas são boas metas. Algumas são falhas, equivocadas e mesmo prejudiciais.

Eu aprendi isso da maneira difícil lá em 1978. Eu almejava me tornar um motorista de ônibus profissional no distrito de Escolas Unificadas de Los Angeles. Ótimo pagamento, benefícios, horário de trabalho, e ônibus novos em folha. Eu sonhei, estabeleci a meta de passar no teste de direção e orei muito. Eu repetidamente, “reivindicava o trabalho por fé”, declarando que “já era meu”. Eu tentei negar toda dúvida e pensamentos negativos, seguindo o conselho de um pregador de rádio.

Havia apenas um problema: Deus não queria que eu tivesse aquele emprego.

Ele tinha outros planos pra mim. Eu não passei no teste de direção final por um ponto (falhei em deixar a marcha engatada quando eu estacionava o ônibus). No entanto, foi um fracasso santo. Apenas alguns meses depois eu parti com os Jovens com uma Missão para uma viagem de curta duração para o Canadá e permaneci ali para outros estudos. De lá, Deus me lançou no ministério cristão. Quando olho para trás agora percebo que eu havia discernido a vontade de Deus erroneamente.

Algumas pessoas sonham metas para cumprir seus próprios sonhos e egos. Líderes cristãos também podem ter as motivações erradas quando idealizam o futuro. “Eu quero ter um prédio maior do que o pastor João da rua de baixo.” Ou: “Eu vou entrar no ministério de células porque eu terei mais sucesso.”

Tiago resume isso em: “Não têm, porque não pedem. Quando pedem, não recebem, pois pedem por motivos errados, para gastar em seus prazeres.” (Tiago 4.2,3)

Estou lendo um livro sobre marketing que eu gosto mas por vezes o autor fala como um vendedor habilidoso. “Siga meus conselhos e você venderá muitos produtos.” Mas a meta nunca é questionada.

Então como saberemos os sonhos e metas?

O apóstolo João nos fala, “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve” (1 João 5:14).

Ok, então precisamos pedir de acordo com a vontade de Deus. Mas como conheceremos a vontade de Deus?

A Palavra inerrante de Deus é a vontade de Deus.

Nós como crentes somos pessoas de um livro só. A Bíblia é nosso guia perfeito. E Deus nos deu o Espírito Santo para compreender a Palavra de Deus. E ela nos ajuda a discernir os pensamentos e motivações dos nossos corações (Hebreus 4.12).

Antes de estabelecer metas, precisamos colocar nossos corações diante de Deus, pedindo-Lhe para nos dar as motivações certas. E então precisamos basear nossas metas na Palavra de Deus.

Fonte