Sim, o pastor merece receber salário!

0
57
title=

Muito se fala sobre o assunto, mas, sim, o pastor que trabalha a tempo inteiro para a igreja merece salário. A Bíblia diz que quem prega o evangelho tem o direito de ser sustentado pela igreja.

O que faz um pastor?

O pastor é um líder em sua congregação. O líder não é uma pessoa mais importante, a quem todos obedecem sem questionar. O líder serve a igreja ensinando, pregando, aconselhando, ajudando, repreendendo, exortando e orientando seus irmãos em Cristo (II Timóteo 4.2). O pastor tem uma responsabilidade muito séria, porque terá de prestar contas a Deus por seu trabalho na vida dos seus irmãos (Hebreus 13.17).

O pastor que não recebe salário não consegue fazer muito mais que pregar no culto. Ele tem de dedicar o resto de seu tempo a sustentar sua família. Mas o pastor a tempo inteiro faz muito mais:

  • Prega – um bom sermão exige muito tempo de oração, reflexão e estudo da Bíblia
  • Faz estudos bíblicos – um estudo bíblico leva horas para criar e preparar, tal como uma aula de um professor na escola
  • Aconselha e faz visitas – o pastor está ao dispor de seus irmãos e da comunidade em geral, ajudando a restaurar e consertar vidas pela Palavra de Deus
  • Administra a igreja e suas atividades – muitas vezes é o pastor que cuida das finanças, das obras sociais, das atividades de evangelismo, etc.
  • Forma outros líderes – quando tem oportunidade, o pastor treina pessoalmente novos líderes para a edificação da igreja
  • Ora e intercede pela congregação – seu pastor gasta seus joelhos orando por você
  • Estuda a Bíblia a fundo – para ter a sabedoria necessária para ajudar seus irmãos

O que a Bíblia diz?

A Bíblia diz “aqueles que pregam o evangelho, que vivam do evangelho” (I Coríntios 9.14). Quem trabalha para a igreja merece ser sustentado pela igreja. Isso significa ter o suficiente para comer, beber, se vestir, pagar as despesas da casa e sustentar sua família (I Coríntios 9.3-5).

Tanto no Velho como no Novo Testamento, desde os sacerdotes e levitas até o próprio Jesus, os líderes espirituais eram sustentados pelos crentes. Mesmo Paulo, que se orgulhava de não usar esse direito, foi sustentado pela igreja de Filipos durante algum tempo (Filipenses 4.18). Porquê?

Porque as pessoas reconheciam que seu trabalho era muito importante. Ser pastor é um trabalho sério, que tem impacto sobre muitas vidas. Nos tempos da Bíblia, as pessoas abriam suas casas e partilhavam tudo que tinham com seus líderes (Lucas 10.5-7; Gálatas 6.6). Como hoje ninguém faz isso, o pastor recebe um salário para viver.

Ideias erradas sobre o salário de pastor

  • O pastor ganha muito – com a exceção de algumas denominações, a maioria dos pastores ganha um salário bem pequeno, que dificilmente sustenta sua família. E mais: não tem forma de subir na carreira nem receber aumento salarial
  • O trabalho do pastor é fácil – ser pastor é um trabalho de grande estresse, com horas irregulares, muita responsabilidade e muita luta espiritual
  • O pastor não merece salário – ninguém é perfeito, nem mesmo o pastor, mas a Bíblia diz que merece seu salário (I Coríntios 9.11; I Timóteo 5.17-18); a maioria dos pastores recebe muito menos que merece por seu trabalho
  • Receber salário não é viver pela fé – o pastor tem de acreditar que sua igreja terá o suficiente para lhe sustentar; em muitos casos, isso exige muita fé em Deus!

Respostas Bíblicas

Fonte