Não limite seus métodos evangelísticos

0
767
title=

As pessoas no mundo da igreja em células já sabem há muito tempo que a maneira mais eficaz de evangelizar é através do evangelismo de amizade (muitos usam a expressão “evangelismo de oikos”). Afinal de contas, pesquisas têm demonstrado consistentemente que a maioria dos convertidos vêm através de um amigo ou parente. Portanto, o evangelismo celular é mais eficaz quando os membros da célula convidam as pessoas com quem estão em contato com mais frequência e que Deus colocou em seu caminho. Em outras palavras, Deus nos dá a relação com as outras pessoas e, depois, alcança essas pessoas através desses relacionamentos.

No entanto, é importante não limitar o evangelismo celular. As Escrituras nos dizem para plantarmos, regarmos e Deus dará o crescimento. Elas não mencionam uma maneira especial para evangelizar. Jesus evangelizava através da pregação ao ar livre, relacionamento um a um e curando pessoas. Algumas células alcançam os perdidos através de churrascos de bairro, piqueniques, alimentando os famintos, realizando caminhadas de oração e outros tipos de eventos de divulgação.

O evangelismo relacional funciona melhor em conjunto com outras formas de divulgação. É imprudente confiar apenas em conhecer alguns amigos durante um longo período de tempo enquanto o resto dos não-cristãos estão indo para o inferno sem Jesus. Como as pessoas são tão diferentes, precisamos de muitas maneiras de alcançá-las. Algumas virão a Cristo de uma maneira e outras irão responder de uma forma diferente. Todas as maneiras são importantes para o progresso do evangelho.

Eu gosto de levar minha própria célula em aventuras de “caça ao tesouro”. Na semana passada nós decidimos fazer um jogo para nos preparar para sairmos na próxima quarta-feira. Alguns membros se sentiam despreparados, e eu já caí na armadilha de fazer muitas coisas sozinho em excursões passadas. Nessa próxima quarta-feira eu serei o treinador e vou permitir que os membros orem com as pessoas, entreguem folhetos e ofereçam alimentos aos necessitados. Então, o que é “caça ao tesouro”? Em poucas palavras, é tentar descobrir onde Deus está trabalhando e, então, chegar a essas pessoas que Deus quer tocar (algo como a pessoa de paz*). É ajudar as pessoas a darem um passo para mais perto de Jesus e amá-las no processo.

Alimentos e comunhão é sempre uma boa ideia de alcance. Algumas células são muito eficazes com jantares evangelísticos, eventos sociais, churrascos e festas. Jesus estava sempre comendo com as pessoas – muitas vezes em suas casas. A Igreja Primitiva compartilhava refeições nas casas.

Mover a célula de casa em casa é outra excelente maneira de atrair visitantes. Quando um membro da célula organiza a reunião em sua casa, os amigos e familiares deste membro são mais propensos a participar. Afinal, muitas dessas pessoas já visitaram a casa, eliminando assim uma barreira – o medo do desconhecido.

Cada membro da célula deve estar envolvido em alcançar ativamente as pessoas. Cada membro deve exercitar os seus músculos no evangelismo, de modo que o verdadeiro discipulado possa ocorrer. Se nós acreditamos que o objetivo da célula é fazer discípulos que fazem discípulos, é importante que os discípulos potenciais estejam usando seus músculos evangelísticos para alcançar e ganhar novas pessoas.

* Expressão bastante utilizada em inglês baseada em Lucas 10:6, referente à pessoa que é aberta ao Evangelho.

Fonte