Individualismo é um veneno letal para células

0
1201
title=

“O que é que eu ganho?” Esta é uma pergunta comum numa sociedade cuja mentalidade é: “eu primeiro”.

O individualismo é sempre potencialmente mortal para as células. Ele pode assumir muitas formas: frequência falha, cobrança por um comportamento ou atividades específicas, afastar-se das discussões – qualquer coisa que exalte os desejos de um membro sobre as necessidades da célula e de seus membros. Satanás é muito criativo em nos fazer julgar e avaliar os outros membros e a nossa célula como um todo, a partir de uma perspectiva egoísta.

O individualismo vai exatamente contra aquilo que muitas das células estão tentando construir: comunidade cristã, crescimento espiritual, cuidado mútuo. O antídoto é não trocar autoidentidade pela identidade do grupo, mas lutar para obter um equilíbrio entre as necessidades pessoais e as necessidades da célula.

A melhor defesa de uma célula contra o veneno do individualismo está em seus membros individuais. Começando já na primeira reunião, discuta a visão para a célula e os benefícios de fazer parte da mesma. Ajudem uns aos outros a perceber que ser membro requer um sério compromisso com os outros membros, com a frequência, e com a ativa participação nas atividades da célula.

Como na estratégia contra a falta de profundidade, verifique o pulso relacional da célula periodicamente. Esteja preparado: chegará o dia em que você terá que confrontar um membro da célula (ou você mesmo) sobre sua orientação individualista porque ela está prejudicando o grupo. Seu alvo deve ser corrigir o problema sem esmagar a pessoa. Aborde esta pessoa em particular e com uma atitude humilde. Seja franco mas sensível na escolha de suas palavras.

Leia também:
+ Liderança fraca é um terrível assassino de célula

Compilado da apostila Liderança de célula bem-sucedida, do Sistema de Ensino MDA (SEMDA)
Adquira: [email protected] | (85) 3476-1205

 

Fonte