Projeto Natanael Três passo a passo

0
55

O Projeto Natanael Três é mais um método de evangelismo eficaz da visão MDA, em que todos os membros são compelidos a ganhar pessoas que fazem parte do seu. Podem ser amigos que você tenha, que se relacionam com você, e que estão abertos a conhecer novas pessoas.

“… Filipe encontrou a Natanael e disse-lhe: Achamos aquele de quem Moisés escreveu na lei, e a quem se referiram os profetas: Jesus, o Nazareno, filho de José. Perguntou-lhe Natanael: De Nazaré pode sair alguma coisa boa? Respondeu-lhe Filipe: Vem e vê. Jesus viu Natanael aproximar-se e disse a seu respeito: Eis um verdadeiro israelita, em quem não há dolo! Perguntou-lhe Natanael: Donde me conheces? Respondeu-lhe Jesus: Antes de Filipe te chamar, eu ti vi, quando estavas debaixo da figueira. Então, exclamou Natanael: Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel! Ao que Jesus lhe respondeu: Porque te disse que te vi debaixo da figueira, crês? Pois maiores coisas do que estas verás” (João 1.45-47).

Com base no texto acima, o pastor Abe Huber desenvolveu o que chamamos de “Projeto Natanael Três“, que visa abordar três amigos para despertar neles o desejo de conhecer o Salvador. Sem debates teológicos ou filosóficos, mas sempre levando a pessoa desfrutar de amor e atenção.

Projeto Natanael Três em ação

O Projeto Natanael Três tem como objetivo levar àquela pessoa a conhecer o verdadeiro amor de Jesus. Primeiramente, nós oramos e jejuamos por ela, indo buscá-la em casa, levando à igreja, ganhando e cuidado dela, até vê-la tornar-se um verdadeiro discípulo ou discípula. Essa etapa consolida aquela pessoa para confessar a Jesus como Salvador e a torná-la um membro responsável, já integrado à célula.

Para fortalecer ainda mais essa estratégia, o líder de célula deve encorajar cada membro a apresentar o nome de três amigos ou amigas. Durante um mês, a célula, ao se reunir, deve orar por essas três pessoas que cada um apresentou. Ao mesmo tempo, esses membros são mobilizados a incluir os nomes desses “Natanaéis” nas orações de seu TSD (Tempo Sozinho com Deus). Para ajudar na consolidação desse processo, o líder deve fazer uma escala de jejum de pelo menos uma refeição, dentre os membros que podem jejuar.

Ao final dos trinta dias, encerra-se essa coluna com um jantar, que denominamos de “Jantar dos Natanaéis”, promovido pela célula ou setor, em que todas as pessoas que são alvos de oração são convidadas para aquela noite. Tudo deve ser feito com muito estilo e excelência para causa uma boa impressão, é claro.

Jantar dos Natanéis

Na abertura do jantar, o líder apresenta todos os convidados, mencionando nome por nome, e depois é servido o jantar pelos próprios membros da célula, como se fossem garçons. Isso fará com que eles se sintam amados.

Depois de servirem, o líder chama os membros da célula e os apresenta, e lhe fala o real motivo daquela comemoração: tem alguém ali que os ama, e que levou os seus nomes para receber oração, e eles verdadeiramente desejam continuar como amigos, seguindo a Jesus junto com cada “Natanael”.

O líder pergunta se alguém ali, naquela noite, deseja fazer parte dessa nova família. Após a oração é servida a sobremesa, e, nesse momento, aquele amigo, que é membro da célula, senta-se com seus respectivos “Natanaéis”, e propõe que se faça uma campanha de oração em sua cada, o GE (Grupo de Evangelismo). Ou pergunta ainda se eles já querem fazer parte desse grupo de amigos (que é a célula, mas que podemos chamar de “grupo de amigos” para facilitar a comunicação com eles, nesse momento de abordagem inicial.

Com ideias do livro “As 4 colunas do MDA”

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA