Os três principais problemas que impedem uma célula de crescer

0
121

Todo ministério que trabalha em células, invariavelmente, se depara com alguns problemas que acabam impedindo o crescimento. Avaliando todo o processo é possível identificar três principais problemas que impedem uma célula de crescer.

O primeiro deles é o líder da célula não formar novos líderes. Isso mesmo! Apesar de parecer “óbvio” demais, ao se supervisionar células, é muito comum se observar líderes que não estão formando outros líderes. Líderes que assumem todas as responsabilidades da célula e acabam não delegando e, consequentemente, não treinando novos líderes.

Se, durante a supervisão, este aspecto não for observado ou, até mesmo, se for negligenciado, a célula não vai alcançar a evolução desejada, a multiplicação.

O que tem acontecido muito é a multiplicação de células e não de líderes. E, é justamente este o motivo pela qual o crescimento não se dá de forma constante, ou seja, é quando se observa muitas células abrindo, mas, ao mesmo tempo, muitas células fechando, seja porque o mesmo líder está liderando mais de uma célula, o que cansa e desgasta o líder, seja porque o líder enviou alguém que não estava preparado para liderar. Seja qual for o caso, em algum momento isso vai paralisar o crescimento.

O foco principal do trabalho em células deve ser multiplicar líderes e não multiplicar células. Porque quando se multiplica líderes, naturalmente, uma nova célula se formará. Já quando o foco é multiplicar células, nem sempre se consegue multiplicar líderes, o que acaba impedindo o crescimento do grupo.

O segundo principal problema é uma célula que não ganha novas pessoas. É possível se observar células que passam seis meses sem ganhar ninguém. Veja, se um dos propósitos da célula é ganhar novas pessoas, ficar meses sem ganhar ninguém é um problema muito sério!

Toda célula deve ter como propósito principal o evangelismo “boca a boca” para que novos irmãos estejam chegando e se juntando ao grupo e, quando se tem uma célula que há muitos meses não chega ninguém novo, então, realmente esta célula está com problemas sérios.

O que fazer se isto estiver acontecendo? É preciso que o supervisor, juntamente com o líder, elabore estratégias para motivar o grupo a ganhar e a atrair novas pessoas.

O terceiro grande problema que pode impedir uma célula de multiplicar é a chamada “panelinha”. A célula que virou “panelinha” é aquela mantém o mesmo grupo já há algum tempo e, quando chega a hora do supervisor falar em multiplicar, o grupo se levanta contra a possível “divisão do grupo”.

O supervisor de setor, o supervisor de área e o pastor responsável pela rede precisam impedir, a todo custo que a “panelinha” se instale no meio das células. Toda célula já nasce com o propósito de crescer e multiplicar para que novas pessoas possam ser acrescentadas ao Reino de Deus.

É fato que os vínculos de amizade, amor, comunhão e companheirismo são indispensáveis; entretanto, não podem impedir a multiplicação. A multiplicação é, na verdade, a possibilidade de se aumentar os vínculos de amizade. Então, não deve ser vista como “divisão” do grupo, antes, como um aumento do grupo. Novas pessoas chegarão ao grupo, novos grupos serão formados e a “multiplicação” se tornará exponencial.

Lembre-se: o grupo nunca é partido, ele aumenta! O grupo jamais se divide, ele se multiplica! Toda célula já nasce com um propósito, o de se multiplicar.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA