O chamado: clamando pelo Deus que chama

0
23
title=

O chamado: clamando pelo Deus que chama

Texto básico: Êxodo 3—4

Textos de apoio
– Josué 1.1-11
– Isaías 6
– Jeremias 1
– Habacuque 1
– Atos 7.1-29
– Atos 7.30-50

Introdução

Encontramos nestes dois capítulos o chamado de Deus a Moisés para tirar o povo do Egito. Moisés cuidava do rebanho do seu sogro, Jetro, o sacerdote de Midiã e chegou a Horebe. Ali avistou uma sarça em chamas e procurou saber o que era. Nesse momento Deus o chama e fala com ele.

O chamado é claro. Deus disse que viu a opressão do povo, ouviu o clamor deles, conhece ou está atento aos seus sofrimentos, então, desceu para os livrar e levá-los para a terra prometida (3.7-8), por isso, chama Moisés para ir ao faraó “para tirar do Egito o meu povo, os israelitas” (3.10).

É comum olharmos para essa passagem e para a experiência de Moisés de maneira negativa, isto é, entendemos que Moisés resistiu ao chamado e contendeu com Deus. Porém, quando observamos outros textos de chamado na Bíblia, vemos que é uma experiência comum das pessoas que são chamadas. Por que você acha que Moisés relutou?

Você consegue identificar quatro ou cinco objeções de Moisés ao chamado de Deus? Veja 3.11; 3.13; 4.1; 4.10; 4.13.

Como Deus responde a cada uma das objeções de Moisés?

Para entender o que a Bíblia fala

1. Compare o 3.7-9 com o 2.23-25. Observe como Deus é caracterizado nesses versículos. Observe a frase “sei quanto eles estão sofrendo” (3.7, NVI) ou “conheço-lhe o sofrimento” (RA). É o mesmo verbo hebraico yadah do 2.25. Mais uma vez temos a informação de que Deus conhece, está atento. Veja também o 3.19 em que aparece o verbo novamente. O que isso diz a respeito de Deus?

2. Leia o 3.11-12. Diante da insegurança de Moisés, qual é a “prova” que Deus dá de que ele está chamando Moisés?

3. Será que Moisés tinha razão ao achar que os israelitas iriam lhe perguntar sobre o nome do Deus que lhe apareceu? Por quê?

4. Deus se revela como “Eu Sou o que Sou”. Essa é a revelação mais sublime de Deus. Ele não revela o nome, mas que ele é. Ele passa a ser conhecido como “o que é”. A palavra Senhor no hebraico (YHWH) se assemelha e soa parecido com o verbo “ele é”. Os hebreus não pronunciavam esse nome. Em vez disso, diziam Adonai, que significa Senhor.

5. Leia o 3.18. O que Moisés devia dizer ao faraó? Para que os israelitas deviam sair para o deserto? Veja essa frase se repetindo no 5.1, 3; 7.16; 8.1, 20, e outros textos. O que isso nos diz sobre o propósito da libertação da escravidão? Observe a frase “três dias”. Guarde isso em mente. Vamos voltar a falar sobre isso.

6. Leia 4.18-26. Como entender a afirmação do v. 24, “o Senhor foi ao encontro de Moisés e procurou matá-lo”?

Hora de avançar

Ser chamado por Deus nunca é algo fácil e simples. Podemos olhar para Moisés e ver como ele relutou em aceitar o chamado. Porém, essa é uma experiência comum a todos que são chamados por Deus, pois envolve um conflito de vontades. A pessoa chamada precisa abandonar a sua vontade e se submeter à vontade de Deus.

Compare as objeções de Moisés e como Deus as resolveu.

Penso que Moisés levanta perguntas fundamentais para entender o seu chamado. Primeira questão é quem sou? A segunda, quem é que me chama (qual é o seu nome?)? A terceira é sobre o seu povo, eles não vão acreditar nisso. O que devo fazer? A quarta é sobre sua habilidade, não consigo falar bem. A quinta é sobre sua disposição, não quero ir, manda outra pessoa.

Essas questões ajudam a definir o chamado. Precisamos saber quem somos. Não cumprimos o chamado por nossas próprias capacidades, habilidades, posição social. A promessa de Deus a Moisés é “eu serei com você” (3.12). Precisamos saber quem nós representamos, a que Deus estamos servindo. Precisamos conhecer o público a quem nos dirigimos.

Penso que há uma pergunta que não é completamente resolvida e surgirá novamente. A pergunta é “Qual é o seu nome?” (3.13). Quem é o Senhor? Parece que Êxodo pretende responder essa pergunta. Os israelitas precisavam saber. Afinal não serviam esse Senhor e no Egito havia muitas divindades.

Para terminar

1. Você já teve experiência de chamado para algum ministério, tarefa, emprego? Embora normalmente falemos de chamado mais em termos de chamado pastoral ou missionário, todo cristão é chamado. Como foi sua experiência? Você consegue se identificar com Moisés?

2. O que fica claro para nós leitores a respeito do chamado de Moisés?

3. Como essa experiência de Moisés nos ensina a respeito de Deus e de como devemos lidar com situações totalmente novas para nós?

Autor do Estudo: pr. Billy Lane

Print Friendly, PDF & Email

Fonte