Discipulando Casais – Leitura Inicial

0
682

Um jovem mostrou a um Pastor uma lista contendo várias qualidades que sua futura esposa deveria ter. Ele disse: Só vou começar a namorar, quando eu tiver certeza de que a garota tem essas qualidades aqui relacionadas.

O Pastor leu e depois disse ao jovem: “Meu irmão…eu tenho a impressão que você é um sério candidato a ficar solteiro. Você não está a procura de uma mulher. Você está a procura de uma santa com corpo glorificado.

Existe um ditado que diz: “Se você quer uma rainha, seja primeiro um rei.”. Em outras palavras, se você quiser encontrar a pessoa certa, então preocupe-se em primeiro ser uma pessoa certa.

A maior de todas as ilusões de um casamento é achar que a outra pessoa tem a responsabilidade de lhe fazer feliz. Se você não consegue ser feliz antes do casamento, provavelmente terá grandes dificuldades de achar a felicidade na companhia do outro.

O Segredo do Casamento- 

Hoje em dia em alguns casos, o divórcio parece inevitável. Ninguém aguenta viver com a mesma pessoa por uma eternidade. O segredo do casamento não é a ilusão de viver uma ilusão eterna. Depois de inevitáveis discussões e conflitos, a solução é ponderar, se acalmar, e partir de novo com a mesma mulher.

O segredo no fundo é renovar o casamento, e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia a dia do casal. De tempos em tempos, é preciso renovar a relação, voltar a namorar, voltar a cortejar, voltar a ser romantico, seduzir e ser seduzido.

Há quanto tempo vocês não saem pra jantar fora de casa? Há quanto tempo você não tenta conquistar seu esposo/esposa? Há quanto tempo vocês não fazem uma lua de mel sem os filhos por perto?

Faça de conta que você está de caso novo, um casamento novo. Vamos ser sinceros, ninguém aguenta a mesma pessoa por 30 anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas.

Muitas vezes não é a pessoa, mas é os amigos em volta, os mesmos móveis, almofadas. Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos maiores prazeres da separação. Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo circulo de amigos.

Mude apenas a rotina, se encoraje a pagar por pequenos prazeres á dois como passeios, jantares…

O mundo muda e você também. A melhor forma para salvar um casamento não é manter uma “relação estável”, mas saber mudar junto. Todo cônjuge precisa evoluir, mudar, se aprimorar, se interessar por coisas que jamais teria pensado em fazer no inicio do casamento.

Brigas e arranca rabos sempre ocorrerão; por isso, de vez em quando é necessário casar-se de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par.

Artigo- REVISTA VEJA: Edição 1922, 14 de Setembro de 2005.

 

Com Amor… Pra. Francis Fais

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA