A parábola dos três jardineiros

0
828
title=

Um homem tinha um lindo jardim que lhe rendia bons alimentos em abundância. Seu vizinho, observando isso, plantou seu próprio jardim na primavera, mas não fez nada com ele: não aguou, não cultivou ou adubou a terra. No outono, seu jardim estava devastado, cheio de ervas daninhas e não tinha produzido fruta alguma.

Inicialmente, ele concluiu que jardinagem não funcionava. Depois de refletir um pouco mais, ele achou que o problema era o solo ruim ou sua falta de “jeito” para lidar com a terra. Enquanto isso, um terceiro vizinho começou um jardim. Apesar deste jardim não ter frutificado logo no início com o primeiro, ele trabalhou duro e continuou aprendendo. Pondo em prática novas idéias, ano após ano, sua colheita era cada vez mais abundante.

A verdade desta parábola é óbvia. Eu viajei o mundo inteiro para descobrir o segredo do crescimento de pequenos grupos e os mesmos princípios fizeram diferença no crescimento e na estagnação de células. Oração, trabalho duro, a aplicação rígida de princípios comprovados não é tudo na experiência de líderes bem-sucedidos. As reflexões feitas aqui, funcionarão se você estiver disposto a pagar o preço. A adoção destes hábitos requer tempo e esforços.

Líderes bem-sucedidos empregam tempo buscando a face de Deus e são dependentes Dele para darem a direção ao seu grupo. Primeiramente, eles se preparam e então voltam sua atenção à lição. Eles oram diligentemente por seus membros, como também por contatos com não cristãos. Mas tais líderes não oram apenas. Eles descem do topo da montanha e interagem com pessoas reais, cheias de problemas e dor. Eles pastoreiam os membros de sua célula e os visitam regularmente. Eles convidam novas pessoas, visitam os recém-chegados e evangelizam naturalmente em seus pequenos grupos. Desenvolvendo esses hábitos, qualquer líder de célula pode conduzir seu grupo ao crescimento e à multiplicação. Isso está no coração de Deus e é Sua Grande Comissão. Como você está?

Fonte