Os visitantes contínuos podem ser discipulados

0
265

Devemos aproveitar as oportunidades e oferecer o discipulado um a um àqueles que estão visitando a nossa igreja com certa frequência. Provavelmente essa pessoa aceitará ser discipulada, pois as suas repetidas visitas à igreja demonstram certo interesse.

Devemos respeitar, contudo, sua vinculação com outra igreja. Às vezes é alguém que tem igreja, mas não está indo lá, por isso vem regularmente para nossa igreja. Nesses casos, ela deve se entender com a sua igreja de origem, ou ter a bênção e permissão para mudar. Ou pode ser alguém que já se considera parte na igreja, mas está preferindo ficar quietinha no seu lugar.

Como as pessoas citadas acima não foram à frente aceitando Jesus, é fácil considerar que “alguém já está cuidando delas”, principalmente numa igreja grande. Muitas vezes não está. Por isso é preciso garantir que ninguém fique descoberto.

A evangelização não é algo que deve ser feito somente com aqueles que vêm à igreja! O mandamento do Senhor Jesus é evangelizar “indo por todo o mundo” (Mateus 28.19-20). Caso você descubra que algum dos seus parentes, amigos, ou conhecidos tem o interesse de estudar a Bíblia, não perca a oportunidade de oferecer o discipulado.

Extraído do livro Ide e fazei discípulos, do Curso de Fundamentos, do Sistema de Ensino MDA (SEMDA)
Adquira: [email protected] | (85) 3476-1205

 

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA