O poder da hospitalidade

0
279

Nós plantamos nossa igreja em Moreno Valley, California, usando a nossa casa como plataforma de lançamento. Tive dificuldade com constante bombardeio de pessoas em nossa casa e a bagunça que isso gerava. Descobri que é difícil praticar hospitalidade e de joelhos, pedi paciência e graça a Deus para conseguir lidar com algumas pessoas. Deus continuamente me lembrava de que minha casa e minhas posses não são verdadeiramente minhas. Elas pertencem a Ele, e Ele queria usá-las para abençoar outros.

Quando dividi essa dificuldade com outros, descobri que não estava sozinho. Um dos grandes obstáculos do ministério de grupos pequenos é a falta de hospitalidade.

Nos tempos do Novo Testamento, as casas dos crentes serviam tanto como igreja e como hotel para os pregadores, ministros e viajantes. A hospitalidade era uma necessidade. Com urgência, Pedro diz, “Hospedem uns aos outros, sem reclamar” (I Pedro 4.9).

Na sociedade atual a hospitalidade se tornou uma arte perdida. As pessoas estão geralmente possessas por suas posses, insistindo em seu tempo pessoal, e cada vez abrem menos suas casas. As coisas têm a tendência de nos possuir. Nós começamos a focar nas coisas mais do que no propósito delas. Quando Deus graciosamente dá uma boa casa a um cristão, ela deve ser usada para servir os outros. Estou convencido de que uma das razões chave de o ministério de células não ser mais abundante é o fato de as pessoas não estarem dispostas a serem hospitaleiras.

Um livro que eu recomendo muito é chamado The Power of Hospitality, por Chuck Crismier. Chuck e sua esposa, Kathie, são exemplos de hospitalidade da vida moderna. Eu conversei com Chuck em várias ocasiões, e nós concordamos que Deus está chamando Sua igreja de volta à prática bíblica da hospitalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA