O perigo de quebrar o princípio da autoridade

0
45

A submissão às autoridades instituídas não nos torna inferiores. A autoridade é a base de qualquer tipo de organização hierarquizada que mantém valores e pessoas em ordem (Romanos 13.1).

Desde que nascemos entramos debaixo desse princípio de autoridade, que é honrar os nossos pais (Lucas 15.11-18). E com o Reino de Deus não é diferente. Ninguém está isento de ser ministrado por Ele, pois a autoridade é um legado de Deus.

O princípio da autoridade estabelece a ordem de Deus. É um comando estabelecido pelo Senhor com o objetivo de organizar, proteger e viabilizar uma administração saudável e efetiva.

Não existe crescimento sem organização e não existe organização sem autoridade. A autoridade é a essência da liderança. Pensando nesse aspecto, uma boa liderança tem a habilidade de estabelecer objetivos claros e de saber conduzir um grupo na direção correta. É ela que dá a justa capacidade de aplicar as leis que governam o mundo moral e que dá o discernimento do lugar de cada pessoa dentro de uma comunidade.

Toda autoridade se fundamenta no caráter do indivíduo. Uma boa liderança deve ter o caráter de Deus. De forma alguma uma posição de autoridade pode ser ocupada levianamente.

O caos culmina quando pessoas se rebelam contra o princípio de autoridade. A hierarquia do Reino de Deus é representada pelo Deus Pai, o Filho Jesus e o Espírito Santo. Sem uma estrutura de autoridade seríamos governados desordenadamente. É preferível estar sobre o pior sistema de governo do que viver por sistema nenhum.

Muitos se rebelaram contra Deus porque quebraram o princípio de autoridade, devido às decepções com autoridades. Podemos até não concordar com o estilo de uma liderança, mas jamais devemos nos rebelar contra ela. Se não houver um respeito e uma submissão às autoridades constituídas, consequentemente estamos tocando e entristecendo a Deus (I Samuel 8.7).

Natasha Carvalho — com ideias do pastor Josué Gonçalves

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA