Conselhos práticos sobre prestação de contas

0
299
title=

Confiança não se compra, se constrói. Para construir confiança é necessário tempo, transparência, lealdade, humildade, verdade e disposição para mudar sempre que necessário. O propósito desta lição é contribuir para que você levante esta barreira de proteção em torno de sua vida. Vamos considerar dois conselhos práticos que podem contribuir para algumas mudanças positivas:

Nunca aceite viver isoladamente

São de Platão as palavras: “Uma vida não examinada não é digna de ser vivida”.

Uma vida fechada facilita a ação do maligno, tendo em vista que há em nós uma tendência natural para aquilo que é errado. “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível. Quem o conhecerá?” (Jeremias 17.9).  Lembre-se: “O cordão de três dobras não se rompe com facilidade” (Eclesiastes 4.12). Se fizermos uma pesquisa com todas as pessoas que ocupavam posição de liderança e vergonhosamente caíram, descobriremos que a causa principal do fracasso é que nenhuma delas se reunia regularmente com pessoas de confiança para prestar contas. A prestação de contas é um muro de proteção que pode nos livra da queda moral.

Tenha pessoas de confiança com as quais você se reúna regularmente para prestar contas

Os homens de Deus na Bíblia prestavam contas. José prestava contas a Potifar (Gênesis 39. 6). Saul prestava contas à Samuel (I Samuel 13.8-14). Davi prestava contas a Natã (II Samuel 12.13). Neemias prestava contas ao rei Artaxerxes (Neemias 2.1-8). Daniel prestou contas aos reis que serviu (Daniel 6.28). Jesus prestava contas ao Pai (João 4.34; 10.25). Os discípulos prestavam contas a Jesus (Lucas 10.17).Paulo e Barnabé prestavam contas à igreja de Antioquia (Atos 14.26-28).

> Leia também:
+ Prestação de contas na Bíblia
+ Quatro qualidades daqueles que prestam contas

· Você tem pessoas de confiança para as quais presta contas?

· É comum você compartilhar suas necessidades com a liderança espiritual da igreja em que você é membro?

· Você sempre está aberto para ser confrontado quando necessário?

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA