Buscando a excelência no discipulado um a um

0
103

Todo discipulado precisa começar com um devocional, ou seja, o discipulador compartilha uma Palavra com o seu discípulo. Por exemplo:

“E pareceu bem a Dario constituir sobre o reino cento e vinte príncipes, que estivessem sobre todo o reino;  E sobre eles três presidentes, dos quais Daniel era um, aos quais estes príncipes dessem conta, para que o rei não sofresse dano. Então o mesmo Daniel sobrepujou a estes presidentes e príncipes; porque nele havia um espírito excelente; e o rei pensava constituí-lo sobre todo o reino. Então os presidentes e os príncipes procuravam achar ocasião contra Daniel a respeito do reino; mas não podiam achar ocasião ou culpa alguma; porque ele era fiel, e não se achava nele nenhum erro nem culpa. Então estes homens disseram: Nunca acharemos ocasião alguma contra este Daniel, se não a acharmos contra ele na lei do seu Deus”  (Daniel 6.1-5).

Nesse texto, a Palavra diz que Daniel se sobressaía sobre os demais os quais o rei havia constituído para um grande projeto e que sobre Daniel havia um espírito de excelência.

Durante o discipulado, o discipulador precisa abordar as características de alguém que se sobressai e que já tenha alcançado a excelência no trabalho, na vida pessoal ou no ministério.

Ele pode abordar as próprias características da vida de Daniel do texto de Daniel 6. Nesses cinco primeiros versículos, pode-se abordar as seguintes características:

1. Ser alguém que “dá conta” – O rei escolheu Daniel para estar no projeto porque Daniel dava conta. O discipulador pode perguntar se o discípulo acredita que está dando conta de tudo o que Deus tem lhe dado como responsabilidade.

Pois, não tem como haver crescimento se o discípulo não está dando conta nem do que ele já tem em suas mãos para fazer. Como ele vai dar conta de coisas maiores se não está dando conta das coisas menores que ele já tem para fazer?

2. Ter um espírito de excelência – O espírito de excelência fazia com que Daniel tivesse sabedoria para resolver situações adversas do seu dia a dia.

O ponto a ser trabalhado aqui é, quando um líder quer crescer, seja em que área for, ele precisa ter sabedoria para resolver situações que acontecem no meio das células, no meio da igreja ou dentro de casa.

Os problemas sempre vão existir, o que vai fazer de alguém bem sucedido ou não, são as atitudes para resolvê-los.

3. Ter fidelidade – O texto diz que as pessoas procuravam um deslize de Daniel para acusá-lo e que não encontraram. Isso quer dizer que sobre a vida de Daniel havia fidelidade, ou seja, ele era fiel à autoridade que estava sobre ele.

O que precisa ser trabalhado neste aspecto é que o discípulo precisa ser fiel à autoridade que Deus constituiu sobre a vida dele, ser fiel à visão que a Igreja local a qual ele serve abraça e pratica, enfim, ele precisa ter este espírito de fidelidade sobre ele.

4. Ter vida de oração – Daniel não abria mão da sua vida de oração. E, este era o segredo que o levou a viver livramentos e milagres da parte de Deus. O texto diz que Daniel orava três vezes por dia.

Discípulos que querem crescer precisam ter uma vida de oração. Por isso, é preciso que o discipulador trabalhe com o seu discípulo a importância de se estar tirando um tempo específico do dia para que ele esteja orando a Deus, se consagrando, levando a Deus as suas necessidades, sua gratidão e seus anseios.

Assim que o devocional acabar, o discipulador, então, pode entrar nas perguntas que irão mexer com o seu discípulo e que têm poder para transformar o que o discípulo possa estar vivendo.

A. Qual a nota de 1 a 10 para cada uma dessas características estudadas?

B. Se está conseguindo dar conta do que você já tem de responsabilidade?

C. Qual o nível de sabedoria para lidar com os problemas do dia a dia?

D. Como classifica a si mesmo no quesito fidelidade? Por quê?

E. Como está o tempo sozinho com Deus?

F. O que se pode fazer para melhorar em cada uma destas áreas?

É preciso ser um discipulador de excelência e formar discípulos de excelência, pois a obra de Deus é uma obra de excelência.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA